Pagina Oficial de Fabio Faria

Fabio Faria : “Política no sangue e para o povo”

Filho do atual governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, o deputado Fábio Faria carrega no sangue a vontade de fazer a diferença para a população: sem discursos demagogos. Para ele, uma legislatura é um trabalho focado no desenvolvimento do País: social e econômico. Por isso, seus projetos visam as mais diferentes áreas: saúde, educação, segurança, meio ambiente, economia, tecnologia e trabalho. E, justamente por causa desse perfil “plural”, é que, em 2014, assumiu, interinamente, a presidência da Câmara Federal.

Política no sangue e para o povo fabio faria

“Sei de onde vim e para onde preciso ir para trabalhar pelos brasileiros. Procuro, em minhas pautas, ajudar meu estado, o Rio Grande do Norte, e ir além: pensar no todo, em todos os brasileiros. Uma legislatura, acredito, deve olhar o todo. E é isso que procuro fazer ao longo dos meus três mandatos”, afirma o parlamentar, que foi eleito, pela primeira vez, antes de completar 30 anos.

Fábio Faria é administrador de empresas, formado pela Universidade Potiguar (UnP) e, muito antes de entrar para a política, alcançou o sucesso profissional graças ao seu esforço e dedicação. Começou com uma lanchonete dentro da faculdade, passou pelo comércio de camarão até montar a academia Atlética Club, negócio que deu nome ao camarote mais disputado do carnaval fora de época de Natal, o Carnatal, realizado em dezembro.

“Nunca encarei, até porque assim fui ensinado, que política é profissão. Ser deputado, senador, governador, acredito, é uma missão que nos é dada, de forma generosa e esperançosa, pelo povo, por meio do voto. Então, quis, antes de me tornar parlamentar, ter minha profissão e atingir minha independência financeira. Não se deve viver de política. Política não é profissão”, diz Fábio Faria, que é casado com a filha do apresentador Silvio Santos, Patrícia Abravanel, com quem tem dois filhos: Jane, de sete meses, e Pedro, de três anos.

Eleito pela primeira vez em 2006, com uma votação recorde, a segunda maior do país proporcionalmente, Fábio Faria é o parlamentar potiguar que mais conseguiu recursos para o Rio Grande do Norte nas áreas de saúde, segurança, educação e infraestrutura.

Recentemente, inclusive, o deputado federal conseguiu, junto ao Ministério da Saúde, o pagamento de R$ 2,3 milhões a diferentes municípios do estado para a compra de ambulâncias e gabinetes odontológicos.

“É mais uma conquista que vem desse forte trabalho pela Saúde e pelos municípios, ajudando a melhorar o atendimento à população do interior”, afirmou.

Nesse sentido, vale ressaltar que, apenas em 2017, o parlamentar conseguiu viabilizar junto ao governo federal a liberação de mais de R$ 650 milhões para a Saúde Pública do Rio Grande do Norte. “Lutamos em Brasília por esses recursos em várias audiências, reforçando a necessidade urgente para custear e manter os serviços, além de investir em todas as regiões”, conta Fábio Faria.

Justiça aos idosos

Justiça aos idosos fabio faria

Em junho deste ano, a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei 6447/2009, do deputado Fábio Faria (PSD/RN) – apensado ao PL 5338/09, do Senado -, que isenta de Imposto de Renda (IR) a aposentadoria e a pensão até o limite mensal de R$ 3,8 mil para contribuintes com mais de 70 anos.

“Todos da comissão entenderam a importância do projeto, por se tratar de um momento da vida em que o servidor perde boa parte de sua remuneração, como horas extras, gratificações e auxílios, e gasta muito mais com tratamentos de saúde. É, portanto, um prejuízo financeiro muito grande”, justifica Fábio Faria.

À época, o parlamentar apontou ainda que o texto aprovado ainda prevê a isenção progressiva do tributo para idosos a partir dos 66 anos. “O aposentado começa com um desconto de 20% no IR, que vai subindo 20 pontos percentuais por ano até a isenção total ao atingir 70 anos”, explica. A proposta, agora, tramita em caráter conclusivo e será analisada pela de Finanças e Tributação. Por fim, seguirá para a de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Bullying, um problema de todos

Fábio Faria é autor ainda do PL 1011/11, que define o bullying como crime no Código Penal Brasileiro. O parlamentar explica que o texto, em tramitação na Câmara, prevê uma tipificação legal para punir agressores, e determina que a pena seja aumentada se o crime acontecer em ambiente escolar, se for praticado por mais de uma pessoa, se vitimar deficiente físico, mental e menor de doze anos, e, inclusive, se explicitar preconceitos como de cor, religião, orientação sexual e aparência física, tendo como pena mais alta a violência que resultar em morte.

Para o parlamentar, o bullying é um problema antigo, que atinge a todos, crianças, adolescentes, suas famílias, e pode trazer consequências graves, como violência contra os outros ou contra si mesmo, isolamento e queda do rendimento escolar.

“Precisamos agir para prevenir, combater e, também, para punir”, reforça Fábio Faria. Atualmente o projeto 1011/11 está na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), onde já recebeu parecer favorável para aprovação.

Tecnologia e meio ambiente

O Brasil é o segundo maior produtor de lixo eletrônico das Américas, ficando atrás somente dos EUA. E essa situação também preocupa o deputado Fábio Faria. Pensando nisso, o parlamentar criou o projeto de lei 7652/17, em tramitação na Câmara Federal, que dispõe sobre a implantação de postos de recolhimento de lixo eletrônico nos municípios brasileiros. “Até hoje, mesmo com relatórios nos mostrando a realidade, o Brasil não tem uma política pública de descarte adequada”, ressalta o deputado.

Tecnologia e meio ambiente fabio faria

Pela proposta, todos os municípios com mais de 100 mil habitantes ficam obrigados a organizar e implantar postos fixos para descarte de materiais como pilhas, baterias, lâmpadas fluorescentes e produtos eletrônicos. “Fica a cargo dos municípios receber os componentes, sabendo que, movido pela necessidade, o Poder Público pressionará os produtores e importadores a tomar atitudes urgentes para equacionar esse grave problema”, explica.

O PL, que tramita apensado, já foi aprovado pelas Comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC) e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS), e atualmente está na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), aguardando parecer do relator.

“Cuidar do meio ambiente é cuidar do futuro dos nossos filhos, dos nossos netos. É olhar para além do agora”, diz Fábio Faria.

Outros artigos sobre Fabio Faria

Facebook de Fabio Faria

Twitter de Fabio Faria

Instagram de Fabio Faria

Fábio Faria recebe apoio do prefeito de Santo Antônio

Fabio Faria no Estadao

Ultimas noticias sobre Fabio Faria